Nomeolvides Monochrome

Marca: Luluna Slings
Modelo: Nomeolvides
Composição: 60% algodão & 40% linho
Tamanho: 6
Gramagem: 270g/m2
Cor: Preto & Branco

Olá malta, então pensavam que eu já tinha fugido?! Não ainda vão ter que me ler por aqui. Os dias de carregadeira andam um pouco complicados que isto de os miúdos crescerem mais rápido do que nós estamos preparados não é nada fácil. Pois é o meu bebé cresceu e já vai fazer dois anos. Por estes dias tenho me sentido bastante melancólica, com saudades dos dias que passávamos bem agarradinhos, sempre com um pano ou mochila a abraçar aquele amor tão puro. Mas hoje o meu pirata já não quer tanto colo, está a tornar-se independente, gosta de correr, explorar, sentir, viver o mundo imenso que o rodeia. Por mais saudades que eu sinta do seu colo o melhor que posso fazer é incentivá-lo a fazer essas descobertas. E ainda me diziam as vozes mais populares que o colo vicia e o meu filho só ia querer andar ao colo, pura treta, o que ele mais quer é desbravar o mundo com as suas, ainda, perninhas curtas, com o seu passo rápido como quem tem pressa em viver.

O pano que vos trago hoje esteve comigo ainda em tempos de muito colinho. Como o seu próprio nome diz “nomeolvides” ele de facto é um pano inesquecível. É-o por vários motivos. Este pano chegou ás minhas mãos completamente novo, apenas havia sido lavado e pensem numa besta, agora elevem isso ao quadrado, era este pano. Meu Deus ele era uma autêntica besta, teso, mas tão teso que nem sabia o que fazer com ele. Eram 4,60m de pano para domar.

Recebi este pano uns dias antes das férias, e muito honestamente pensei “eu não vou levar este pano comigo, vou estar tramada. Ele precisa de muita atenção e eu preciso de algo que já esteja habituada e me dê conforto”. Mas não fosse a vida feita de desafios, a Inês lá me chateou para o levar mas eu disse-lhe sempre que não. No dia á noite antes da viagem o miúdo cismou em andar a mexer no pano e não o largava, parecia um sinal e lá foi o pano para a mala.

Tenho a dizer que foi uma decisão ótima. Fomos passear por Carcassonne, andamos imenso o dia inteiro e fazer aquela viagem e conhecer toda a cidade da forma como conhecemos com um bebé seria apenas possível através do bbw. A começar pelas ruas e acabando no principal o seu magnífico castelo que é impossível visitar com um carrinho.  Não que isso fosse uma possibilidade, mas este pano foi de uma ajuda brutal. Devido à sua composição 40% linho e 60% algodão penteado isso lhe confere a tal “bestisse”, mas isso fez com que ele também fosse perfeito para aquele momento pois a sua alta gripe embora dificultasse muito, muito mesmo fazer portes com mais de uma camada, mas também permitia que depois de ajustado podia andar horas que ele não mexia nem um milímetro.

A sua cor é preto e branco, no entanto a forma como o tear desenha as suas flores faz parecer que são quase prateadas. É um pano muito bonito, elegante e discreto para quem não gosta de panos demasiados garridos é perfeito. O linho confere-lhe uma leveza e uma frescura perfeitos para ser um pano de verão. Apesar de ter apenas 270 de gramagem isso não o torna um pano fino, pois como ele é um pano duro ele suporta muito bem um toddler sem vincar ou magoar os ombros. Fiz vários portes com ele, desde o fwcc, rucksack, double hammok, slipknot, todos eles me deram muito conforto pela questão de o pano não ceder. O double hammok confesso que precisava de ajuda para passar a segunda camada pois ele simplesmente não deslizava. Isto tinha as suas vantagens pois ao fim de finalizar o porte nem precisava de casaco de tanto suar kkkkk

Tive a oportunidade de voltar a usar no final da viagem dele pelo Minho e percebi a diferença, bem mais maleável, no entanto nunca será um pano macio. Não é um pano que recomendaria para um recém nascido principalmente se a pessoa não tiver muita experiência, pois ele precisa de bastante trabalho e como não é nada macio não sei até que ponto isso não se pode tornar desconfortável para o caso de contato direto com a pele do bebé.

Bem não me alongo mais, deixo-vos algumas fotos dos nossos passeios com ele.

Beijinhos meus e do meu piratinha.

Até á próxima.

Ana Rodrigues

(Fotos: Eduardo Ramos – https://www.facebook.com/eduardoramosmultimidia/)